11 de set de 2015

Dia 131: Advantageous (18 de julho)

Magic shuffle funcionando a todo vapor :)

A sorte na procura de filmes em cima da hora no Netflix apareceu novamente e de forma bela com Advantageous, sobre o qual eu não sabia muito. Comecei a assistir ao filme durante o jantar, e logo tive de pausá-lo, terminar minha lasagna, enfiar-me embaixo das cobertas, voltar o filme para, então, assisti a ele de forma devida. Porque desde a primeira cena eu percebi que este seria um filme que demandaria minha total atenção. Pelo que li a respeito de sua produção, trata-se de um projeto bastante pessoa.  

Para continuar a bater na mesma tecla, a ficção científica consegue se referir à vida de uma forma que nos surpreende pela exatidão com que o faz. Com uma ambientação em um futuro próximo e tecnologias ainda improváveis, podemos perceber o nosso presente. Com o destaque em aspectos sociais numa sociedade futura fictícia, podemos ver mais claramente nosso próprio tempo. 

Advantageous assim faz de forma bela, surpreendente, comovente e precisa. Refere-se a como as mulheres não conseguem assegurar seu espaço socialmente; como elas acabam por criar seus filhos de fato sozinhas é algo assustador aqui. E o que uma mãe precisa fazer para dar uma chance melhor à sua filha nos conduz a um silêncio que se torna mais profundo a cada cena que passa, até o final quando, novamente, conseguimos ter a esperança de dias melhores - embora, ainda, em um cenário bastante aterrorizante e triste, porque a perda é sempre inevitável. Incrivelmente belo, triste, chocante e ainda assim absolutamente repleto de esperança. 
Advantageous. Dirigido por Jennifer Phang. Com: Jacqueline Kim, Samantha Kim, 
Freya Adams. Roteiro: Jacqueline Kim, Jennifer Phang. EUA, 2015, Color (Netflix).




PS: Magic Shuffle é como Joe chama minha sorte incrível de procurar filmes em cima da hora no Netflix.

PPS: Fragmento: Meu Malvado Favorito (Despicable Me 22013).






Nenhum comentário:

Postar um comentário