3 de jul de 2015

Dia 48: In Your Eyes (26 de abril)

Depois de quarenta e tantos dias, Um Filme por Dia tem sido uma constante surpresa. Uma delas é que, a princípio, eu imaginei que iria priorizar produções que eu queria ver por um tempo e que já tenho em DVD há um tempo. Alguns assumiram residência no móvel abaixo da TV, esperando por mim. Eu assisti a alguns deles, mas eles não tem sido o objeto principal deste desafio, pelo menos por enquanto.

A questão é que, e essa é a surpresa a que me referi acima, quando pesquiso um filme para escrever sobre ele aqui, costumo encontrar referências a outros filmes que acabam por me interessar bastante. O site de pesquisa que mais utilizo para filmes é o imdb.com. Quando eu procuro por um filme, alguns outros aparecem listados como de possível interesse. Eu também costumo olhar os outros filmes dos diretores e atores que pesquiso no momento. Assim, surge uma rede de conecções entre os filmes: aqueles a que assisti me conduzem a outros e outros. 

É uma rede muito legal essa que tem se criado aqui. 

A partir de Será Que?, eu cheguei a outros filmes da atriz  Zoe Kazan, e assim encontrei In Your Eyes (não vi nenhuma tradução pra o português), escrito e produzido pelo constantemente incrível Joss Whedon. É possível dizer que, em comparação com Os Vingadores, por exemplo, esse filme é um a produção menor, talvez um projeto mais pessoal. Não há nenhuma intenção em diminuir o mas In Your Eyes é um filme menor, excelente, de um dos mais prestigiados cineastas atuais.

É um filme adorável. 

Há outra história associada a este dia 48: eu não estava com a mínima vontade de ver um filme. Não me sentia muito bem, queria apenas ficar na cama, embaixo de muitas cobertas, lendo sem parar. Mas essa é a questão dos desafios, eles são desafiadores. Não são fáceis também, de um modo geral. Assim, sendo, eu finalmente levantei da cama para colocar In Your Eyes no DVD. 

Percebi, então, que outro filme surpreendente bom esperava por mim. Ele é classificado como ficção científica romântica, o que consegue ser bastante exato na verdade, para variar do horrível sistema de classificação por gêneros. Zoe Kazan não desaponta num papel um pouco diferente do que ela costuma assumir, mas Michael Stahl-David é, infelizmente, um pouco menos consistente (sem comprometer a boa história ou o seu personagem, no entanto).  Abusa-se um pouco de certos clichês no filme, mas no final eu estava realmente feliz com a minha crescente rede de filmes surpreendentes e queridos. 

Às vezes, só conseguimos enxergar nós mesmos fora da visão negativa e duvidosa que temos a nosso respeito, sendo necessário, assim, nos vermos pelos olhos de outrem. Bons amigos são espelhos incríveis. Almas gêmeas podem ser também, quando o amor é sincero, verdadeiro, sem manipulação. Sob essa perspectiva, uma forma (aparentemente) impossível de se conectar com o outro é apresentada no filme de hoje, de uma maneira que a ficção científica é especialista: a alusão a importantes aspectos da vida e das relações humanas com grande acuidade.  

http://onemovieadaywithamelie.blogspot.com/2015/04/day-forty-eight-april-26.html

In Your Eyes. Dirigido por Brin Hill. Com: Zoe Kazan, Michael Stahl-David,
Mike Feuerstein. Roteiro: Joss Whedon. EUA, 2014, 106 min. Color (DVD).


Nenhum comentário:

Postar um comentário